NGK orienta sobre a correta forma de instalação dos cabos e velas de ignição

Escrito por: -

Flash Over-Velas NGK
As velas e os cabos de ignição em perfeito funcionamento são fundamentais para garantir o desempenho do veículo, a economia de combustível e o controle da emissão de poluentes. Para isso, a NGK, maior fabricante e especialista em velas de ignição do mundo, recomenda que a troca das peças deve ser realizada por meio de ferramentas específicas e com profissionais de confiança, evitando o desgaste prematuro de outros componentes do carro.

O primeiro passo para a substituição dos cabos de ignição é a escolha do modelo indicado para cada motor, informação indicada no manual do fabricante ou na tabela de aplicações da NGK. O mecânico também precisa observar a ordem correta dos cabos, de acordo com a sequência da ignição, e no momento de conectar os cabos nas velas, pressionar os terminais, garantindo o encaixe. Quando realizado de forma incorreta, procedimento pode resultar na falha de ignição e ocasionar o “flash over” (detalhe na ilustração).

O aperto da vela de ignição é uma etapa que também deve ser realizada adequadamente, de acordo com o torque especificado na tabela de aplicação, pois a falta de aperto pode causar um super aquecimento e o aperto excessivo provoca a ruptura da vela. Outro detalhe importante na instalação é o posicionamento da chave de vela. A chave de vela deve ser posicionada corretamente para evitar possíveis danos à rosca ou trincas internas ou externas no isolador.

A substituição desses componentes depende das condições de uso do carro. A NGK recomenda a checagem das peças a cada 10 mil quilômetros por profissionais habilitados. Para mais informações, a empresa disponibiliza o atendimento ao consumidor, pelo número 0800 197 112 (ligação gratuita).

Fonte: Printer Press

Votar no artigo:
Nenhum voto. Seja você o primeiro!